login
Primeiro acesso? Clique aqui

Este site foi desenvolvido com tecnologias avançadas para
lhe proporcionar uma experiência incrível.
Infelizmente, este navegador não é suportado

Sugerimos que você use o
Google Chrome para melhores resultados.

Semana da Saúde Vascular

Especialistas fazem alerta durante ‘Semana da Saúde Vascular’

 

Em transmissões via Youtube, angiologistas e cirurgiões vasculares falam sobre problemas que acometem o sistema vascular e podem causar a morte de milhares de pessoas no mundo

 

Vascular Responde

Data/Horário: 13 de outubro, terça-feira, às 19h

Aberto ao público em geral.

 

‘Live’ Saúde Vascular

Data/Horário: 14 de outubro, quarta-feira, às 19h

Aberto ao público em geral.

Acesse o site e saiba mais sobre a programação: www.sbacvmg.com.br

 

Dia 13 de outubro é o ‘Dia Mundial da Trombose’, doença causada pela presença de coágulos nos vasos (artérias ou veias). A trombose é a terceira causa mais comum de morte cardiovascular e a primeira de morte evitável no Brasil. Para alertar sobre essa e outras doenças que acometem o sistema vascular, como varizes e aneurismas, a Sociedade de Angiologia e Cirurgia Vascular Regional Minas Gerais (SBACV MG), com apoio da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG), no dia 13 de outubro, às 19h vai ao ar o programa “O Vascular responde com o tema trombose”. Já no dia 14, às 19h, será realizada uma ‘live’ com a angiologista e cirurgiã vascular Claudia Sathler, para falar sobre os principais problemas que envolvem a saúde vascular, os riscos, prevenção e formas de tratamento. Acesse o site e saiba mais sobre a programação: www.sbacvmg.com.br

 

Segundo a Sociedade Internacional de Trombose e Hemostasia, uma em cada quatro pessoas no mundo morre por condições causadas por trombose, caracterizada por um coágulo sanguíneo que pode bloquear ou prejudicar o fluxo de sangue na região onde está, podendo até se soltar e se mover para um órgão, como o pulmão, provocando, neste caso, a embolia pulmonar.

 

O presidente da SBACV MG, Mateus Alves Borges, comenta que apesar da gravidade, muitas pessoas desconhecem as principais causas, sintomas e formas de prevenção. “A mais comum é a Trombose Venosa, que acontece quando um coágulo de sangue bloqueia uma veia. Estima-se que cerca de 180 mil novos casos surgem no Brasil a cada ano.”

 

Borges explica que também há a Trombose Arterial, que ocorre quando um coágulo de sangue bloqueia uma artéria. Acidentes vasculares cerebrais (AVCs), trombose das artérias das pernas e infartos podem ser consequências de tromboses arteriais. “Costuma ser mais grave do que a venosa, podendo levar até a amputações quando ocorre nas pernas.”

 

Apesar de não apresentar sintomas em alguns casos, às vezes a trombose pode ser identificada. É importante prestar atenção aos possíveis sinais e sintomas para procurar ajuda médica o mais rápido possível. Quanto mais cedo for tratada, melhores são os prognósticos do paciente. Embora não seja possível evitar alguns fatores de risco, adotar um estilo de vida saudável pode ajudar na prevenção. Fique atento se você ou alguém próximo apresentar algum dos sintomas abaixo:

 

SINAIS E SINTOMAS

TROMBOSE VENOSA

  • Inchaço na região em que se formou o coágulo;
  • Vermelhidão e calor no local afetado;
  • Dor ou sensação de peso;
  • Rigidez da musculatura.

 

TROMBOSE ARTERIAL

  • Dor no peito, quando causar infarto;
  • Fraqueza em um lado do corpo, quando causar AVC (derrame);
  • Mudança repentina do estado mental;
  • Dor intensa na perna com diminuição da temperatura e mudança na coloração da pele.

 

PREVENÇÃO

  • Pratique exercício físico regularmente;
  • Não fume;
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Procure manter o peso ideal;
  • Diminua o consumo de carboidratos, principalmente, produtos industrializados;
  • Durante viagens prolongadas, use roupas e calçados confortáveis, se possível meia elástica de compressão;
  • Caso trabalhe muito sentado, tente se movimentar e também usar meias de compressão;
  • Beba água para evitar desidratação;
  • Cuide dos níveis de glicose no sangue para evitar o diabetes;
  • Controle sua pressão arterial.

 

Consulte um médico se houver histórico de trombose na família ou se você apresentar alguns dos sintomas. O diagnóstico é realizado com exame de ultrassom, feito no próprio consultório médico. Com a trombose diagnosticada, o médico poderá indicar o tratamento adequado.