login
Primeiro acesso? Clique aqui

Este site foi desenvolvido com tecnologias avançadas para
lhe proporcionar uma experiência incrível.
Infelizmente, este navegador não é suportado

Sugerimos que você use o
Google Chrome para melhores resultados.

‘Otto Cirne’ abriga ‘ilustrações’

‘Reflexões sobre o tempo, espaço e cotidiano’ é a exposição do mês de fevereiro, no Espaço Cultural Otto Cirne que abriga as ilustrações do artista plástico e ilustrador Daniel do Carmo. Nas técnicas desenho em aquarela e grafite, é revelada a relação entre a temporalidade de algumas coisas com o nosso dia a dia.

Mineiro de Sabará, Daniel do Carmo se interessou pelas artes aos seis anos de idade. “Desenho por amor desde a infância, fazer arte sempre foi e ainda é meu hobby favorito.” Já na adolescência, começou a se especializar com cursos oferecidos em uma Organização Não Governamental e, com o passar dos anos, o passatempo se transformou em profissão.

Além de cursar serigrafia no Senai, graduou-se em design gráfico e, atualmente, está no sexto período de Licenciatura em Artes Plásticas pela Escola Guignard. “Ter escolhido a carreira artística como prática profissional foi natural e muito prazeroso. Só tenho a agradecer tudo de bom que já me aconteceu e tem acontecido até agora”, conta.

Suas obras transitam pelo figurativo e abstrato, pois, segundo ele, a poética do seu trabalho não é explicita, os espectadores é quem buscam o significado. Para esta mostra, que é a estreia de Carmo em exposições individuais, ele preparou peças que levam o público a identificar sentimentos comuns que tocam o cotidiano das pessoas, como, por exemplo, o amor.

Carmo afirma que seu estilo é contemporâneo com referências do expressionismo abstrato. Como inspiração, admite que sua infância e seu dia a dia são suas maiores fontes: “Desde que me entendo como artista, já procuro um caminho para descobrir minha verdade e transpor para a minha obra”, destaca.

Entre os artistas que admira, e que também o inspiram, estão: o norte-americano Jackson Pollock; o britânico Damien Hirst; o espanhol Salvador Dali; o italiano Leonardo Da Vinci; e os brasileiros Beatriz Milhazes; Mário Teixeira e Sérgio Vaz. “Para mim esses nomes são grandes referências no mundo das artes”, diz.

“Viver o tempo é preencher as lacunas do espaço vazio com o fazer. O usufruir do tempo, nos leva a lugares, momentos e sentimentos que uma vez vivenciados, nunca voltam. O cotidiano engessa o tempo, mas a consciência e o inconsciente nos libertam e nos transportam para outros universos temporais, dentro ou fora de nós mesmos”, assim ele resume sua relação com a arte.

As ilustrações serão comercializadas e ‘Reflexões sobre o tempo, espaço e cotidiano’ fica exposta até o final do mês de fevereiro, de 8h às 21h, de segunda a sábado. O Espaço Cultural Otto Cirne está localizado no hall de entrada da AMMG e é destinado à exposição de obras de arte de autoria de associados e seus dependentes. Médicos não associados e artistas não médicos podem utilizar o espaço, dependendo da disponibilidade na agenda. Interessados devem entrar em contato com a Assessoria de Comunicação, pelo telefone (31) 3247- 1608 ou e-mail comunicacao@ammg.org.br.

Serviços

A cada mês, o Espaço Cultural Otto Cirne abriga uma exposição de arte.

OndeO Espaço Cultural Otto Cirne está localizado no hall de entrada da Associação Médica de Minas Gerais, na Av. João Pinheiro, 161, Centro – Belo Horizonte.
Horário de Visitação8h às 21h
ExposiçõesSão aceitas obras de arte de médicos associados e seus dependentes. Médicos não associados e artistas não médicos podem utilizar o espaço, dependendo da disponibilidade na agenda.
Mais informaçõescomunicacao@ammg.org.br / (31) 3247-1608

Agenda dos expositores
Mês
Artista
JaneiroArterial (Geraldo Lustosa)
FevereiroDaniel do Carmo
MarçoBrunno Coura
AbrilLourdes Cesar Drumond Silva
MaioAmélia Dolabela de Siqueira
JunhoConcurso de fotografias
JulhoGabriel Ferreira
AgostoPatrícia Calmon
SetembroJoilson
OutubroDr. Marcone
NovembroDr. Wallace Alves
DezembroÂngela Rosa