login
Primeiro acesso? Clique aqui

Este site foi desenvolvido com tecnologias avançadas para
lhe proporcionar uma experiência incrível.
Infelizmente, este navegador não é suportado

Sugerimos que você use o
Google Chrome para melhores resultados.

Simpósio Cardio 2022

30 de novembro de 2022

Doenças cardiovasculares são as principais causas de mortalidade e incapacidade no mundo

Evento da Sociedade Mineira de Cardiologia, em conjunto com o Colégio Americano de Cardiologia e a Sociedade Brasileira de Cardiologia, faz referência ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, instituído pela ONU em 03 de dezembro

 

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) alerta que, no Brasil, cerca de 14 milhões de pessoas têm alguma doença cardiovascular e aproximadamente 400 mil morrem em decorrência dessas enfermidades. Mas, muito além de corresponderem a 30% das mortes de todo o país, as doenças do coração são as principais causas de incapacidade no mundo. Diante deste cenário estarrecedor a Sociedade Mineira de Cardiologia (SMC) se junta à sua instituição correspondente nos Estados Unidos da América, o American College of Cardiology, por meio de seu Capítulo Especial Brasileiro (ACC-Brazil) e seu Capítulo do Texas (ACC-Texas), para um evento internacional em celebração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (03/12). O Simpósio Cardio ACClaim 2022 (Aclamação Cardíaca 2022) acontece em 8 e 9 de dezembro no Centro de Convenções e Eventos da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG), em Belo Horizonte. A Associação Médica de Minas Gerais apoia o encontro.

De acordo com o presidente do Capítulo Brasileiro do ACC, o cardiologista mineiro Marcus Vinícius Bolivar Malachias, o acesso à saúde de qualidade e a adesão ao tratamento são dois dos principais complicadores para a manutenção da saúde cardiovascular da população. “A prevenção continua sendo o melhor remédio. E é essa a motivação do Simpósio: discutir a prevenção e tratamento, reduzindo também as graves sequelas e incapacidades causadas pelas doenças do coração”, comenta Malachias.

Doenças Incapacitantes

O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência foi instituído pela Organização Mundial de Saúde em 1992 para promover o entendimento da questão por todos os setores da sociedade É um momento de mobilização da população em prol da manutenção da dignidade, dos direitos e do bem-estar das pessoas com deficiência. No caso das doenças cardiovasculares, os especialistas chamam atenção para a gravidade de algumas enfermidades, que podem prejudicar a vida pessoal e profissional do paciente, ocasionando desgastes físicos e emocionais, comprometendo seriamente a saúde e qualidade de vida da pessoa. 

Por isso, é necessário unir forças para enfrentar desafios em doenças cardiovasculares incapacitantes. “Desafios estes que a cardiologia brasileira e mundial vem estudando e combatendo diariamente”, diz Malachias. No caso da Insuficiência Cardíaca, por exemplo, que já foi chamada de doença terminal do coração, com o avanço da medicina, da tecnologia e dos estudos ela pode ter cura, dependendo do estágio e do tratamento. No entanto, o paciente deve seguir as recomendações do cardiologista à risca.

Já a Doença de Chagas é considerada uma das enfermidades com maior impacto global, atingindo cerca de 6 a 8 milhões de pessoas nas Américas, sendo que a maioria delas não sabe que está infectada, de acordo com a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS). A doença  continua causando grande sofrimento e matando milhares de pessoas no mundo, especialmente nos países mais pobres e entre as populações mais vulneráveis, mas ela tem cura se o tratamento for iniciado precocemente. 

As condições silenciosas como diabetes, hipertensão e dislipidemia, que muitas vezes causam cardiopatias graves sem o paciente perceber, também têm que ser exaustivamente discutidas entre os médicos e a população, pois a prevenção, neste caso, começa com os hábitos saudáveis das crianças e suas famílias.

Ações em prol da população

Para combater as doenças do coração, a SBC vem há anos trabalhando junto ao poder público para um maior acesso da população aos tratamentos. Uma das conquistas de 2022 foi a incorporação no portfólio da Farmácia Popular de mais cinco medicamentos importantes e inovadores para o controle de doenças cardiovasculares, diabetes e insuficiência cardíaca, ampliando as possibilidades de tratamento para os pacientes. A estimativa da SBC é que 2,7 milhões de brasileiros sejam beneficiados. 

E é para divulgar o que há de mais moderno na prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares, valorizando a troca de conhecimento científico entre países e pensando no bem-estar da população, que acontece o Cardio ACClaim Simpósio em Belo Horizonte. 

 Serviço:

Evento:  2º Cardio ACClaim 2022 – Internacional Twinning Cardiovascular Conference, 

Data: De 8 a 9 de dezembro

Local: Centro de Convenções e Eventos da Associação Médica de Minas Gerais

Av. João Pinheiro 161, Belo Horizonte, MG

Fonte: Vilma Fazzito Comunicação

 

 

 

X