login
Primeiro acesso? Clique aqui

Este site foi desenvolvido com tecnologias avançadas para
lhe proporcionar uma experiência incrível.
Infelizmente, este navegador não é suportado

Sugerimos que você use o
Google Chrome para melhores resultados.

MBE chega à oitava edição

26 de agosto de 2019

O curso Medicina Baseada em Evidências, da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG), já tem nova data. A oitava edição será realizada dia 7 de setembro.

O sétimo encontro aconteceu no último sábado, 24 de agosto, na sede da entidade.

A iniciativa ocorre por meio de parceria com o Grupo Mais Evidências, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).  O objetivo é ampliar as oportunidades para estudantes, residentes e médicos. Os interessados buscam em suas atividades por melhores decisões no dia-a-dia da profissão. Para quem participa de Processo Seletivo Unificado, o certificado vale para pontuação.

Segundo a presidente da AMMG, Maria Inês de Miranda Lima, este ano já foram entregues dois mil certificados. Ela explica que haverá continuidade. "Uma forma de valorizar informações e novidades em bases seguras, em prol da boa prática da medicina e da segurança dos pacientes."

O coordenador e fundador do ‘Mais Evidências’, Reginaldo Valácio, destaca que efeitos que realmente importam para os pacientes deveriam guiar as decisões na medicina. "O que nem sempre acontece".

Inicialmente, ele reforça que esta é a preocupação que tem motivado a busca pelo curso. "O reconhecimento de sua importância pelos participantes das últimas edições é grande.” Ele salienta que “saímos do livro texto do século XX para um mundo repleto de informações digitais do século XXI". Valácio complementa que "o curso ajuda a selecionar as informações que importam na prática médica”.

Metodologia

A metodologia utilizada é a GRADE. Recomendada pela própria Organização Mundial de Saúde (OMS). “Com ela fica mais fácil definir prioridades, conviver com as incertezas e, principalmente, compartilhar a tomada de decisões com a equipe médica, os pacientes e seus familiares”.

Valácio destaca, ainda,  que a metodologia GRADE traz mais transparência para a tomada de decisões. "Avançou em uma linguagem que permite engajamento de pacientes, do jornalismo científico e dos gestores."

Mais informações no setor Científico da AMMG: (31) 3247-1600.