login
Primeiro acesso? Clique aqui

Este site foi desenvolvido com tecnologias avançadas para
lhe proporcionar uma experiência incrível.
Infelizmente, este navegador não é suportado

Sugerimos que você use o
Google Chrome para melhores resultados.

AMV: reivindicações em pauta

19 de fevereiro de 2020

AMV participa de reivindicações

Acontece hoje, 19 de fevereiro, paralisação de médicos nos atendimentos eletivos ambulatoriais e de especialidades, que trabalham, portanto na Prefeitura de Varginha.

O movimento tem o apoio da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e, também do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed MG).

Principais problemas:

  • A situação caótica na qual estão trabalhando;
  • A falta de condições de trabalho;
  • O desconto de falta injustificadas;
  • O desrespeito com os profissionais.

Nesse período, urgências e emergências serão mantidas.

O presidente da Associação Médica de Varginha, Adrian Nogueira Bueno, explicou que “por vários mandatos, existiu um acordo de flexibilidade de horários."

O acordo foi, portanto, firmado entre o Executivo e a categoria, e que no atual mandato esse foi reforçado com a gestão.

De acordo com Bueno, houve descontos indevidos nos salários dos médicos, embora tenham realizado o atendimento normalmente.

Ele descreveu, também, os problemas relacionados à falta de condições de trabalho: "não tem exame, há a demora na espera para o agendamento de consulta."

“Queremos é um diálogo com a prefeitura, pois temos a certeza de que a gestão terá a sensibilidade de nos ouvir."

"Também acreditados que irão garantir um pouco mais de respeito e dignidade para nosso trabalho.”

O movimento reforça o protesto quanto a:

Morosidade e falta de retorno quanto às melhorias para a saúde e à categoria

A categoria aguarda, portanto, um retorno até o dia nove de março, quando haverá uma nova assembleia.

Caso as propostas não avancem, uma nova paralisação pode ser deliberada,

Informações: Com Sinmed MG

Fotos: Associação Médica de Varginha