login
Primeiro acesso? Clique aqui

Este site foi desenvolvido com tecnologias avançadas para
lhe proporcionar uma experiência incrível.
Infelizmente, este navegador não é suportado

Sugerimos que você use o
Google Chrome para melhores resultados.

Aprender para Empreender

5 de abril de 2021

AMMG Cultural: `Aprender para empreender’

No dia 7 de abril, a Associação Médica de Minas Gerais promove um encontro virtual que abordará o empreendedorismo no momento de adversidades.

AMMG Cultural: ‘Aprender para empreender’
Data e Horário: 7 de abril, 19h30.
Inscrições: Inscreva-se: https://cutt.ly/exlU6je
Aberto ao Público. Transmissão via Zoom Meetings e YouTube.

Em abril de 2020, quase 60% das pequenas empresas brasileiras tinham suspendido as suas atividades e mais de 30% precisaram mudar a maneira como funcionavam — de acordo com uma pesquisa do Sebrae, realizada com mais de 17 milhões de pequenos empreendedores. A difícil arte de empreender, sobretudo em tempos de pandemia, será tema do AMMG Cultural, dia 7 de abril, as 19h30, com um Webinar com a diretora de Promoções Culturais e Responsabilidade Social da Associação Médica de Minas Gerais, Walnéia Moreira e a professora da Fundação Getúlio Vargas e fundadora do Projeto Conexão Solidária, Célia Moscardi.
De acordo com Moreira, a pandemia escancarou algumas transformações que já estavam acontecendo, como por exemplo, o uso de plataformas digitais para alavancar o comércio. “Com a Covid-19 está sendo preciso cada vez mais aprender novas formas de tornar o negócio viável, e isso, vale para todos os setores.”
Segundo Moscardi, muitas vezes não existe apenas uma dificuldade em empreender, mas sim, uma falta de planejamento e preparo. “Não há foco do que de fato se quer, autoconfiança, automotivação, que também são fundamentais.”
Moscardi concorda que num momento de tantas mudanças e incertezas, o desafio se tornou ainda maior. Mas por outro lado, a especialista em gestão de pessoas e carreiras, acredita que as pessoas estão mais abertas a novos aprendizados e formas de trabalhar. “Isso tem criado oportunidades de negócios, que antes não se pensava. Quem está exercitando e experimentando o novo tem conseguindo tocar o negócio adiante e isto exige muita criatividade, determinação e motivação.”
Para quem não sabe bem por onde começar, a dica da especialista é planejar o negócio para um público determinado. Investir em ferramentas como Instagram, WhatsApp também é fundamental, pois o mundo hoje é tecnológico.
Moscardi ainda lembra que empreender também vale para os profissionais da medicina. Ela explica que, na maioria das vezes, o médico tem uma clínica e este é um negócio que requer gestão de pessoas, relacionamento e imagem com o público, além da gestão financeira e de crescimento e perpetuidade.