Filme e conversa sobre o luto

‘Terça Cultural’ fala sobre a perda, o luto e o poder da transformação

 Sociedade de Tanatologia e Cuidados Paliativos de Minas Gerais (Sotamig) debate os temas com a transmissão do documentário ‘Verdade Passageira’

 Documentário: ‘Verdade Passageira’, com roda de conversa promovida pela Sociedade de Tanatologia e Cuidados Paliativos de Minas Gerais (Sotamig)

Data: 28 de novembro/Horário: 19h30

Local: Teatro Oromar Moreira, sede da Associação Médica de Minas Gerais (Av. João Pinheiro, 161, Centro, Belo Horizonte).

Inscrições: tercacultural@ammgmail.org.br ou pelo telefone (31) 3247 1619

Permitir que a dor da perda possa ser transformada é o mote do documentário ‘Verdade Passageira’ (24min), dos diretores Juliana Borges, Pedro Gorski e Roberto Vilela. A película, que será exibida no dia 28 de novembro, às 19h30, na sede da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG), parte de um drama pessoal para questionar a finitude da vida e de como é possível passar por processos de lutos tão difíceis.

Um casal mergulha numa viagem pelo mundo conhecendo histórias de pessoas que transformaram suas vidas por meio de seus pequenos negócios. No caminho, por meio de város questionamentos, procuram reencontrar o sentido da vida. A grande força motris foi a perda da filha de Marina Farkas Bitelman (roteirista) e Roberto Vilela (diretor), em 2007, com um ano e sete meses, acometida por uma morte súbita. A história é narrada em uma emocionante trama que conta a vivência de outras pessoas, em 11 países, que passaram pelas armadilhas imprevistas do dia a dia.

Mulheres fortes foram entrevistadas, na Índia e no Nepal. Histórias ricas, tristes e, ao mesmo tempo, de uma beleza inexplicável inundaram o material coletado que foi engavetado durante quatro anos. Saiba um pouco mais sobre o documentário ‘Verdade Passageira’ (facebook.com/verdadepassageira), que estreou em maio deste ano.

Após a mostra, os convidados participarão de um rico debate com os integrantes da Sociedade de Tanatologia e Cuidados Paliativos de Minas Gerais (Sotamig) – departamento científico da AMMG – que aborda a necessidade de falar sobre a morte, da importância da escuta quando alguém passa por uma perda e de como é possível reconstruir e dar outro significado a vida.

De acordo com a presidente da Sotamig, Beatriz Birchal, a proposta é promover uma roda de conversa com o público sobre o processo do luto. “Aguardamos a presença de profissionais da área da saúde das mais diversas áreas, como também do público em geral. Ainda teremos a participação da psiquiatra Mariel Paturle e da psicóloga Júnia Drumond, coordenadoras do Grupo de Apoio a Enlutados.”

As apresentações do ‘Terça Cultural’ são gratuitas e direcionadas a médicos e a população em geral. O projeto é uma iniciativa da diretoria científica da AMMG e abre mais um espaço para discussões que vão além da medicina e oferece temas que transitam por diversas formas da arte. Participe de mais essa edição! Inscrições: (31) 3247 1619 ou tercacultural@ammgmail.org.br.